Política de cookies

Este site utiliza cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba Mais

Compreendi

Notícias

Novos negócios no retalho crescem 50%
2019-11-19

O setor do retalho registou nos primeiros nove meses do ano mais 620 negócios, o que representa um crescimento homólogo de 50% em relação a 2018, segundo dados da Cushman & Wakefield.

As aberturas foram dominadas pelo comércio de rua, tendo sido abertas 410 lojas, constituindo 67% das unidades comercializadas.

Os centros comerciais representam 18% das operações, em resultado dos projetos de expansão e de renovação de alguns destes espaços comerciais em Portugal.

"A análise da Cushman & Wakefield nota ainda que as cadeias de retalho nacionais aumentaram a sua representatividade, com 31% dos negócios fechados, embora ainda abaixo dos operadores independentes, com 46%”, refere, em comunicado, a consultora.

Na área logística, a consultora indica que a atividade se mantém abaixo das expetativas, com o volume de ocupação nos primeiros nove meses do ano a fixar-se nos 47.200 metros quadrados. Este valor corresponde a metade do transacionado em igual período de 2018. "No terceiro trimestre de 2019 registou-se o segundo maior negócio do ano, respeitante à ocupação pela Sandometal de uma unidade logística com 6.300 metros quadrados na zona de Azambuja”, acrescenta o documento.

A explicação para este desempenho assenta na escassa oferta de instalações modernas de qualidade. Esta situação poderá vir a ser colmatada com o arranque dos projetos da Plataforma Logística Lisboa Norte, da Merlin Properties, e o projeto logístico sustentável da Aquila Capital.


In, Anilact
voltar