22 Set 2022

Assinados os contratos para novas agendas mobilizadoras para inovação empresarial

O projeto FAIST, para o setor do calçado e marroquinaria, é um dos 18 projetos apoiados.

No passado sábado, 17 de setembro,  decorreu em Lisboa uma sessão de contratualização de mais 18 Agendas Mobilizadoras para a Inovação Empresarial, no âmbito do PRR, com a assinatura dos respetivos Termos de Aceitação.

Um dos projetos apoiados é na área do calçado, o FAIST - Fábrica Ágil, Inteligente, Sustentável e Tecnológica. O FAIST tem como principal objetivo dotar e capacitar esta indústria de tecnologias inovadoras, processos e materiais sustentáveis, aumentando a capacidade de resposta aos requisitos do mercado e fazer da indústria portuguesa do calçado e marroquinaria a mais moderna do mundo.

O consórcio liderado pela empresa CARITÉ e coordenado tecnicamente pelo CTCP é constituído por 45 entidades: 14 empresas de calçado e marroquinaria  9 empresas de componentes, 16 empresas de base tecnológica e 6 entidades associativas e de ciência e interface tecnológico.

O Primeiro Ministro António Costa, que presidiu à assinatura do novo lote de contratos, afirmou que «Este programa é um verdadeiro trampolim para a transformação da economia portuguesa. Hoje foram assinados 18 novos contratos que, somados aos 13 já em marcha, envolvem 756 empresas e 86 entidades do sistema científico».

«O que estas agendas permitem é que em cada uma destas novas atividades acrescentemos valor onde não tínhamos valor, e nas atividades que já desenvolvíamos, acrescentemos valor ao valor que já produzimos. E é isso que nos permite aproximarmo-nos dos países mais desenvolvidos», disse o Primeiro-Ministro, acrescentando que «se queremos ter convergência com a União Europeia, no peso dos salários e na riqueza nacional e termos mais e melhor emprego, temos de ter empresas com produtos e serviços de maior valor acrescentado, porque só assim é que o emprego é sustentável e o aumento dos salários é também possível».

"Estes 18 projetos irão gerar 9077 postos de trabalho, dos quais 6230 altamente qualificados, com um investimento associado de 1,3 mil milhões de euros em áreas tão diversas como saúde, automóvel aeronáutica e espaço, economia do mar ou fabricação aditiva, entre outras".

Conheça os 18 projetos aprovados  aqui


Fonte: In, CTCP
Política de cookies

Este site utiliza cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso.   Saiba Mais

Compreendi