Política de cookies

Este site utiliza cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba Mais

Compreendi

Património

Património



Adquira o Feira Card na Loja Interativa de Turismo e parceiros aderentes e desfrute de um conjunto alargado de vantagens e descontos:


- entrada gratuita nos Museus Municipais Convento dos Lóios e do Papel Terras de Santa Maria;
- descontos até 50 % nos restantes equipamentos culturais e turísticos;
- desconto de 10 % em unidades hoteleiras;
- ofertas e descontos nos restaurantes, comércio local e Piscinas Municipais;
- desconto de 10 % na Programação Cultural do Cine-Teatro António Lamoso;





CASTELO DA FEIRA




Ex-líbris do concelho, é um dos mais notáveis monumentos militares portugueses. Ao longo dos tempos desempenhou as funções de povoado castrejo romanizado, baluarte contra as invasões normandas, forte militar na época da Reconquista, sede de região militar e habitação de famílias reais e nobres. Foi também o grande centro político que levou à independência de Portugal.

Site para contato: aqui



 MUSEU CONVENTO DOS LÓIOS




Testemunho da arquitetura religiosa do século XVI, é composto pela Igreja Matriz de Santa Maria da Feira e pelo edifício do convento, onde está sediado o Museu Convento dos Lóios, dedicado à história e património do concelho e da região.

Site para contato: aqui



MUSEU DO PAPEL TERRAS DE SANTA MARIA




No Museu do Papel Terras de Santa Maria, em Paços de Brandão - museu manufatureiro e industrial em atividade - o visitante pode conhecer a História do Papel em Portugal e participar nos diferentes processos de fabrico de papel, interiorizando gestos e partilhando memórias.

Site para contato: aqui
 


MUSEU DE SANTA MARIA DE LAMAS




Este Museu destaca-se pelo seu espólio variado, de onde sobressaem as valiosas coleções de arte sacra e os artigos de cortiça, que pode apreciar ao longo de dezasseis salas.

Site para contato: aqui



CASTRO DE ROMARIZ



Em Romariz encontra-se uma das estações arqueológicas mais expressivas da região de Entre Douro e Vouga. O Castro de Romariz é um povoado fortificado datado do século V a.C., com níveis de ocupação até ao século I d.C. Os trabalhos arqueológicos aqui realizados permitiram identificar diversas fases de ocupação proto-histórica e romana deste povoado.

Site para contato: aqui



TERMAS CALDAS DE S. JORGE




Em Caldas de S. Jorge, num ambiente de grande beleza natural e patrimonial, encontra-se o refúgio ideal para revigorar o corpo e a mente. Com uma longa tradição termal, as Termas de S. Jorge adotaram uma nova filosofia de prevenção e promoção de saúde, que proporciona um bem-estar duradouro. Este complexo termal é conhecido pelas qualidades terapêuticas das suas águas sulfurosas, ideias para o tratamento de problemas respiratórios, de pele e do foro músculo-esquelético.

Site para contato: aqui



PARQUE ORNITOLÓGICO DE LOUROSA




O Parque Ornitológico de Lourosa abre-nos uma janela para o mundo selvagem. Aqui coabitam cerca de 500 aves, de 150 espécies diferentes, muitas delas raras ou em vias de extinção, que fazem deste parque um importante espaço temático de educação, conservação e investigação das espécies e da biodiversidade.

Site para contato: aqui



MERCADO MUNICIPAL




O Mercado Municipal de Santa Maria da Feira é uma obra de grande importância para a Arquitetura tradicional portuguesa, classificado como monumento de interesse público e histórico. Situado no centro histórico da cidade, enquadra-se na paisagem envolvente próxima e mantendo relações visuais com o Castelo, a Igreja Matriz e o Museu Convento dos Lóios.

O Mercado Municipal, da autoria do arquiteto Fernando Távora com apontamentos em mosaico de Siza Vieira, é cenário que serve de palco a inúmeras atividades culturais ao longo do ano.



BIBLIOTECA MUNICIPAL



Depois de ter estado instalada nos mais variados edifícios, a Biblioteca Municipal encontrou, em junho de 2000, o próprio espaço num moderno edifício. Situada de uma forma harmoniosa na zona nobre da cidade, com uma estrutura de linhas arquitetónicas sóbrias, com 3500m2 de área útil, articula num só piso todas as zonas funcionais destinadas aos utilizadores. As diferentes zonas do edifício desenvolvem-se segundo o princípio de espaço aberto, a partir de um átrio central, em dois eixos: um dotado de espaços destinados à promoção de atividades de extensão cultural da biblioteca e outro de espaços destinados à leitura e a todo o tipo de consultas em diferentes suportes de informação. Dispõe de um auditório com 192 lugares, onde decorrem com regularidade colóquios, conferências e concertos e demais manifestações culturais.

Site para contacto: aqui 



CINETEATRO ANTÓNIO LAMOSO



O Cineteatro António Lamoso constitui-se como um agente de criação e produção artística transdisciplinar, e um espaço potenciador e difusor da dimensão criativa.

Pretende-se que mantenha uma ação permanente na construção de hábitos de consumo de bens culturais, assim como na construção, captação e fidelização de públicos, com particular responsabilidade na formação de valores estéticos nas gerações futuras.

Incorpora na sua matriz o ideário de valores, tais como identidade e território, heterogeneidade, presença e regularidade, contemporaneidade e construção.

Enquanto equipamento cultural, o Cineteatro António Lamoso constitui-se como um espaço de encontro de públicos heterógenos, com uma programação regular de qualidade, representativa das manifestações criativas do nosso tempo, para o desenvolvimento da cultura.

Site para contacto: aqui




OUTROS PONTOS DE INTERESSE


O concelho de Santa Maria da Feira possui, igualmente, uma grande riqueza paisagística, destacando-se a Quinta do Castelo, os jardins municipais como o Porto Carvoeiro, bem como o lago e os jardins do EuroParque.

Merecedores de visita e classificados como imóveis de interesse público são a Quinta do Engenho Novo, a Casa da Portela (Paços de Brandão), o Mercado Municipal, de autoria do arquitecto Fernando Távora com apontamentos em mosaico de Siza Vieira, a Igreja da Misericórdia (Santa Maria da Feira), a Casa da Torre (São João de Ver), a Quinta do Seixal (Milheirós de Poiares) e a Quinta da Murtosa em Mosteirô.





voltar