Cultura e Lazer

Cultura e Lazer

Com uma oferta cultural diferenciadora ao longo de todo o ano, Santa Maria da Feira assume-se como um verdadeiro "Palco de Experiências”, onde o visitante é desafiado a viver em pleno o espírito dos eventos e convidado a regressar sempre que a cultura acontece.



A Viagem Medieval, o Imaginarius: Festival Internacional de Teatro de Rua, o Perlim - Uma Quinta de Sonhos e as Fogaceiras em Santa Maria da Feira são os quatro eventos culturais de referência, que potenciam a oferta turística da Região Norte.







 

VIAGEM MEDIEVAL EM TERRA SANTA MARIA




Em Portugal, o final do séc. XIII e princípio do séc. XIV foram marcados pela longa governação de D. Dinis, caracterizada pela afirmação do poder régio e pelas alianças firmadas com os reinos peninsulares: primeiro, o de Aragão, casando com D. Isabel; depois, o de Castela e Leão, assinando o tratado de Alcanizes, em que ratificou o casamento entre os príncipes herdeiros e definiu os limites territoriais entre os dois reinos, convertidos na fronteira política mais antiga e estável da Europa.


Político nato, com sentido de Estado excecional, D. Dinis tratou do repovoamento das terras, da construção de muralhas e castelos, da organização do exército e de uma força naval moderna, necessária à defesa da zona costeira. Nacionalizou as ordens militares, como foi o caso da Ordem de Santiago, e criou a nova Ordem de Cristo. Fundou a universidade e adotou a língua portuguesa para os documentos oficiais.


Demonstrando uma grande capacidade de decisão, D. Dinis, conhecido pelos cognomes O Lavrador, O Poeta, O Trovador ou O Pai da Pátria, foi um rei justo e piedoso, inteligente, de personalidade forte e determinada, que deixou uma marca evidente, não só no seu tempo como na história de Portugal.


IMAGINARIUS




O maior festival de Artes de Rua realizado em Portugal e uma referência internacional.

Com um percurso consolidado de 14 anos na promoção das Artes de Rua em Portugal, o Imaginarius é o palco privilegiado de reputados artistas e companhias, nacionais e internacionais, que elegem o espaço público de Santa Maria da Feira para apresentar as suas criações, muitas delas em estreia absoluta.

La Fura dels Baus, Royal de Luxe, Titanick Theatre, Pippo Delbono, Xarxa Teatre, Transe Express, Leo Bassi, Strange Fruit, Cacahuète, Gran Reyneta, KTO Theater, Odin Teatret, Pan Optikum e Antagon Theater AKTion são algumas das companhias mundiais que já passaram pelo Festival e deixaram uma marca no território.

O mesmo aconteceu com a participação de reputados criadores, como o Nobel da Literatura Dario Fo, os fotógrafos Spencer Tunick e Oliviero Toscani, o cineasta Manoel de Oliveira, a artista plástica Joana Vasconcelos e o mestre na arte do mascaramento urbano Donato Sartori, que envolveram a comunidade e o espaço público da cidade nas suas intervenções artísticas.

Desde a primeira edição que o Imaginarius aposta em criações próprias como "Entrado”, que envolveu a participação de 30 reclusos do Estabelecimento Prisional do Porto, ou "O Comboio Fantasma de Santa Maria da Feira”, de Lee Beagley com estruturas artísticas locais. Os projetos de teatro comunitário, como "Baralha”, desenvolvido com a comunidade cigana local, ou "Texturas”, que homenageou a indústria da cortiça, também assumem um espaço de grande relevo no Festival.

Em 2008, o Imaginarius lançou um projeto de experimentação musical que se destaca no panorama da arte contemporânea – a Orquestra Criativa de Santa Maria da Feira. Sob a direção artística do maestro Aleksandar Caric Zar, esta formação conta atualmente com 150 elementos do território.

Desde 2009 que o Festival abre espaço a jovens criadores de todo o mundo através do Mais Imaginarius, privilegiando a experimentação e novas abordagens no espaço público de Santa Maria da Feira.

A vertente formativa e de intercâmbio artístico mantém-se como uma aposta estratégica do Imaginarius, materializada em workshops e residências artísticas com grandes mestres das artes de rua.

Marcado por uma incessante vontade de criar e de transformar, o Festival trilha um necessário caminho de construção e desconstrução. Porque acreditamos que o futuro é Imaginarius.

http://www.imaginarius.pt/



PERLIM - UMA QUINTA DE SONHOS



Sejam bem-vindos a "Perlim – Uma Quinta de Sonhos”!

O maior Parque Temático de Natal do Norte do País abre as suas portas de 5 de dezembro 2015 a 3 de janeiro 2016, de quinta-feira a domingo!

Com mais animação e diversão que nunca, Santa Maria da Feira vai abrir as portas de Perlim para encantar e fazer sonhar meninos e meninas de todas as idades!

Fica a proposta para uma visita de Natal inesquecível! 

Faça já a reserva para a sua escola e usufrua de descontos especiais!

Estamos à vossa espera com os braços abertos para um abraço bem dado, bem apertado e bem abraçado – um abraço de Perlim! 

Ficam aqui algumas informações e conselhos úteis que podem fazer a diferença na visita em grupo.


www.perlim.pt




FESTA DAS FOGACEIRAS



A Festa das Fogaceiras é uma festa característica do concelho de Santa Maria da Feira que completou em 2005, quinhentos anos de história. Realiza-se a 20 de Janeiro.

Teve origem num voto ao mártir S. Sebastião, em 1505, altura em que a região foi assolada por um surto de peste que matou parte da população. Em troca de protecção, o povo prometeu ao santo a oferta de um pão doce chamado fogaça a todos aqueles que fossem mais pobres na freguesia. 

"S. Sebastião, que segundo a lenda, padeceu de todos os sofrimentos aquando do seu martírio em nome da fé cristã, tornou-se assim, o santo padroeiro de todo o condado da Feira. No cumprimento do voto, os ofertantes incorporavam-se numa procissão que saía do Paço dos Condes e seguia pela Igreja do Convento do Espírito Santo (Lóios), onde eram benzidas as fogaças, divididas em fatias, posteriormente repartidas pelo povo.”

Durante quatro anos a tradição foi quebrada e a peste regressou. Este acontecimento veio aumentar a devoção a uma das mais antigas tradições de Portugal.

O cortejo sai de manhã dos Paços do Concelho para a Igreja Matriz, dezenas de crianças vestidas de branco levam à cabeça uma fogaça. O cortejo é fechado por três raparigas que levam à cabeça miniaturas do castelo. Na Igreja realiza-se uma missa, com bênção das fogaças e à tarde, começa a procissão que percorre o centro da cidade com os andores de S. Sebastião e de Nossa Senhora.

Site para contato: aqui


Bizfeira - Plataforma de Negócios - Santa Maria da Feira

voltar