Política de cookies

Este site utiliza cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba Mais

Compreendi

Notícias

Web Summit vai decorrer apenas em formato online este ano
2020-10-08

"Lisboa continua a ser a casa da Web Summit, mas com o crescimento de infeções e surtos de Covid-19 na Europa, temos de pensar no que é melhor para os portugueses e para os nossos participantes”, disse o fundador do evento, Paddy Cosgrave.

A quinta edição da Web Summit vai decorrer sem qualquer evento presencial, em Lisboa, revelou a organização da feira tecnológica esta quinta-feira. A organização liderada por Paddy Cosgrave decidiu não avançar, afinal, com a ideia de realizar um evento híbrido (presencial e online), depois de dialogar com o Governo e com o Município de Lisboa. Assim, a edição de 2020 da Web Summit será 100% digital.

Na origem da decisão estão os números da pandemia da Covid-19. "Lisboa continua a ser a casa da Web Summit, mas com o crescimento de infeções e surtos de Covid-19 na Europa, temos de pensar no que é melhor para os portugueses e para os nossos participantes. A maneira mais segura e mais razoável de repetir a Web Summit é fazê-lo totalmente online em 2020”, afirma o fundador da Web Summit, Paddy Cosgrave, em comunicado.

A cimeira tecnológica, que se realizará entre os dias 2 e 4 de dezembro, deverá ter assim um impacto financeiro na economia da cidade de Lisboa muito mais reduzido, comparando com edições anteriores. Mas a organização prevê estabelecer até dez mil interações de vídeo durante os três dias, o que deverá ajudar a criar novas formas de capitalizar o interesse na Web Summit.

Para realizar o evento somente em formato em online, a organização da Web Summit vai criar um novo canal, exclusivamente para Portugal, segundo o comunicado. Será nesse canal que as comunidades tecnológica e científica do país terão espaço para divulgar ideias e projetos. O canal servirá também para promover Portugal como "destino turístico, cultural, de história e de oportunidades de investimento” e para promover Lisboa como um "hub tecnológico global”.

A organização revelou também que vai oferecer 50 mil entradas no formato online da Web Summit a universitários e recém-licenciados interessados em trabalhar em startups.

Para a Web Summit 2020 estão confirmados cerca de 800 oradores, como primatóloga Jane Goodall, o fundador da plataforma Zoom, Eric Yuan, o chefe de tecnologia do Facebook, Mike Schroepfer, e o ator Chris Evans. Há mais de 500 empresas inscritas para participara na Web Summit 2020.



In, Jornal Económico
voltar