Política de cookies

Este site utiliza cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba Mais

Compreendi

Notícias

Sintonizar emprego
2018-06-15

Feira quer aproximar programas educativos às necessidades das empresas

A crescente informatização do mundo não é novidade. O processo já começou há uns anos, e ainda hoje avança, de dia para dia, tor- nando-se praticamente impossível conceber algum tipo de atividade ou gestão que não necessite de um software, de um computador e de alguém que saiba dar uso às ferramentas.

Os tempos foram avançando, e a formação dos trabalhadores no domínio destas áreas não acompanhou o progresso. É aqui que surge a necessidade de criação do TeSP em desenvolvimento Ágil de Software, por se começar a testemunhar uma "dificuldade" geral em recrutar profissionais nesta vertente. "Nenhum candidato nos vem bater à porta. Estes profissionais normalmente são captados ainda na universidade. Temos diversos associados que promovem, já há alguns anos estágios curriculares, no âmbito da formação superior de forma a captá-los para a respetivas empresas"- afirma António Teixeira, presidente da AETICE.

A captação de talento torna-se um problema. Os estudantes naturais do concelho fogaceiro acabam por concluir os estudos nas Universidades vizinhas, como Porto e Aveiro, que acabam por os reter, numa segunda fase, aquando da sua integração no mercado de trabalho. António Teixeira não acredita na existência de um "estigma" que potencie a eleição de Porto e Aveiro como destinos primordiais de formação superior, acreditando na "eficácia" do novo plano de estudos promovido.

"Estamos a falar de formação de nível 5 com uma forte componente prática. Com um perfil profissional polivalente, os diplomados poderão integrar-se de imediato no mercado de trabalho, estando aptos nos aspetos teóricos e práticos relacionados com as técnicas correntes aplicadas em desenvolvimento de software e administração de sistemas informáticos. Serão capazes de resolver problemas empresariais bem como canalizar para as empresas a inovação que lhes permita tornarem-se mais competitivas" - considera.

A parceria entre a AETICE e o ISEP torna-se, assim, necessária. Até porque, caso esta nova iniciativa seja bem sucedida, existe a intenção de alargar este tipo de formação a outros campos. "A AETICE pretende, com esta parceria, não só ajudar o ISEP e respetivos formandos a identificar empresas que possam acolher o programa de estágios, como propor ajustes aos conteúdos programáticos dos cursos de forma a aproximar os programas às necessidades das empresas parceiras. Se esta primeira iniciativa for bem sucedida, é nossa intenção igualmente desenvolver outro tipo de cursos, nomeadamente, na área de desenvolvimento web, e-commerce e marketing digital" - revela António Teixeira. Por isso, não existem dúvidas quanto ao sucesso da iniciativa em Santa Maria da Feira, nas instalações da Escola Secundária de Santa Maria da Feira.

A formação feirense vai ser enriquecida ainda no decorrer deste ano. O curso Técnico Superior Profissional (TeSPlem desenvolvimento Agil de Software surge de uma parceria entre a Associação das Empresas das Tecnologias de Informação, Comunicação e Eletrónica de Santa Maria da Feira (AETICE) e o Instituto Superior de Engenharia do Porto (ISEP). O curso será integralmente lecionado nas instalações da Escola Secundaria da Feira já a partir do próximo ano letivo,e terá a lotação máxima de 20 alunos. Se a procura for elevada e a iniciativa se revelar um sucesso, existe a possibilidade de o número de turmas ser alargado no futuro.




Jornal N
voltar