Política de cookies

Este site utiliza cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba Mais

Compreendi

Notícias

Sapatos vegan de Lourosa nomeados para prémio de design sustentável
2020-12-29

O modelo Dali Azores, numerado e limitado a 25 pares, é produzido pela marca Marita Moreno, em parceria com uma artesã dos Açores. Está na lista de candidatos ao "Green Product Award” na categoria de moda, com votação na internet.

O modelo de sapato clássico Dali Azores, produzido pela marca de acessórios de moda Marita Moreno, está nomeado para a edição de 2021 do prémio internacional de design sustentável "Green Product Award", sendo o único candidato português na categoria de moda.

Fundada por Marita Setas Ferro, ex-professora do curso de Design de Moda na Escola Artística e Profissional Árvore (Porto) e escultora de peças relacionadas com o vestuário feminino, esta marca de Lourosa, uma pequena cidade do concelho de Santa Maria da Feira, concorre com mais de uma dezena de produtores de vestuário, malas, cruzetas ou capas para telemóveis.

Fabricados em Portugal, limitados a 25 pares numa série numerada, como acontece com as restantes peças, os Dali Azores têm sola em borracha natural, cordões laterais e o exterior em cortiça nacional e tecelagem feita à mão por Eduarda Vieira, uma artesã certificada da ilha Terceira (Açores). Segundo a marca, o modelo é "100% vegan, livre de uso e crueldade contra animais".

O "Green Product Award", realizado desde 2013, distingue os produtos e serviços mais sustentáveis e inovadores no mercado, oferecendo uma plataforma de "networking" às pequenas empresas e start-ups a quem é destinado este prémio. A votação online está aberta até 31 de janeiro de 2021, mas o vencedores apenas serão anunciados em março.

Com atacadores laterais, o modelo Dali Azores é enriquecido pela tecelagem feita à mão com um fio têxtil de cortiça e algodão.  
A Marita Moreno foi uma das representantes da moda portuguesa na última edição da Who’s Next, no início de outubro em Paris, que contou com a participação conjunta de marcas e criadores para tentar afirmar uma posição nacional na vanguarda da produção responsável, como Luís Buchinho, Pé de Chumbo, Cristina Barros, Concreto, Mr. Mood, Sensify, B Simple e Elementum.

Nesse evento realizado em França, a designer Marita Setas Ferro apresentou duas coleções (primavera-verão 2021 e outono/inverno 2021-22) que apostam em materiais sustentáveis, como a cortiça, o burel (tecido artesanal português feito de lã), o couro ecológico ou o piñatex, produzido a partir de fibras de celulose extraídas de folhas de abacaxi.



In, Ardina
voltar