Política de cookies

Este site utiliza cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba Mais

Compreendi

Notícias

Salários a 100% alargados a todo o layoff
2020-11-18

Uma das medidas que deverá avançar em Janeiro de 2021 será o alargamento do pagamento integral dos salários a todos os trabalhadores em regime de layoff e de apoio à retoma, de acordo com o ‘Público’, que adianta que o Governo terá uma despesa adicional no valor de 370 milhões de euros.

O custo total de 370 milhões de euros foi calculado com base numa estimativa de «seis meses adicionais de limitação significativa da atividade económica, com um custo adicional de cerca de 60 milhões de euros por mês», segundo uma fonte citada pela mesma publicação.

«Portugal passará a ser o único país [da UE] em que os trabalhadores em layoff mantêm integralmente os seus salários», acrescenta a mesma fonte ao jornal, explicando também que a medida vai aplicar-se independentemente do regime de apoio que a empresa esteja a beneficiar (apoio à retoma, layoff simplificado ou layoff tradicional).

No entanto, adianta o Público citando a fonte em questão, o Governo não decidiu para já a forma de repartição de custos entre as entidades empregadoras e o próprio Estado.

Esta é, recorde-se, uma resposta do executivo socialista à intenção já manifestada pelo pelo PCP, bem como pelas centrais sindicais UGT e CGTP, que defendem que o rendimento dos trabalhadores não deveria de ser afetado pelos apoios públicos que as empresas beneficiam.



In, Anilact
voltar