Política de cookies

Este site utiliza cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba Mais

Compreendi

Notícias

Potencial sustentável da cortiça será investigado em Nova Iorque
2019-10-08


Trata-se de uma iniciativa da Corticeira Amorim e da experimentadesign.

Há um novo programa de investigação que explora o potencial sustentável da cortiça através da visão de cinco estúdios internacionais de design e arquitetura. Falamos da City Cortex, uma iniciativa da Corticeira Amorim e da experimentadesign

O projeto foi apresentado em conferência de imprensa em Lisboa, onde marcou presença o embaixador dos Estados Unidos em Portugal, George Glass. Depois dos projetos Metamorphosis em 2013 e MATERIA em 2011, o foco da investigação centra-se "nos temas ligados à sustentabilidade, às alterações climáticas e à paisagem dinâmica das cidades do século XXI", refere o comunicado enviado às redações.

O City Cortex tem como objetivo investigar "a interseção entre os contextos urbanos contemporâneos e um dos materiais mais versáteis e sustentáveis que a natureza tem para oferecer: a cortiça". E a cidade escolhida para ser palco desta pesquisa é Nova Iorque, ao passo que os cinco convidados são os arquitectos Diller Scofidio + Renfro, Gabriel Calatrava e Leong Leong e os designers Philippe Starck e Sagmeister & Walsh.

Este programa encara, como pode ainda ler-se no comunicado, a cidade como "um sistema vivo e dinâmico" e olha para os "grandes desafios do século XXI, como a mobilidade, a segurança, o conforto, a protecção, a sustentabilidade e a gestão de matérias-primas", como absolutamente essenciais.

Para além da criação de peças em cortiça destinadas a espaços públicos e semipúblicos de Manhattan, "o City Cortex desenvolverá ainda uma pesquisa histórica em torno da utilização de cortiça nos Estados Unidos da América ao longo dos séculos XX e XXI".

Com esta iniciativa, a organização pretende "contribuir para a expansão do uso de um material natural e sustentável em contextos urbanos, abrir caminho para uma maior consciencialização sobre as temáticas da sustentabilidade e o desenvolvimento das paisagens urbanas contemporâneas" e "inspirar um pensamento inovador, marcado por ideias e interseções que ofereçam uma contribuição positiva e útil à nossa vivência enquanto comunidade e à interação que estabelecemos com o mundo natural".

Os resultados deste programa serão apresentados em 2020.


In, Noticias ao Minuto
voltar