Política de cookies

Este site utiliza cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba Mais

Compreendi

Notícias

Nova moeda digital da Facebook vai ter 'mão' portuguesa no seu desenvolvimento
2019-06-28

Farfetch é uma das fundadoras da moeda digital da Facebook. 

A Facebook anunciou, esta semana, o lançamento de uma moeda digital, que vem "facilitar" as transações na plataforma. Sabe-se agora também que a Farfetch é uma das fundadoras do projeto Libra Association, que vai produzir a moeda que irá também funcionar com as aplicações WhatsApp e Messenger.

"A Libra Association será responsável por operar e desenvolver a Libra Blockchain, que será segura, escalável e fiável, e que vai suportar um conjunto de usos de negócio, assim como uma moeda digital. Como membro fundador, a Farfetch está a participar ativamente no desenvolvimento técnico, arquitetural e operacional da Libra Association", pode ler-se num comunicado do unicórnio português.

A Farfetch está empenhada neste projeto porque acredita que a moeda "vai ajudar a eliminar atritos nas operações de e-commerce, ao mesmo tempo que assumirá um papel determinante da estratégia de 'blockchain' geral a desenvolver para o futuro", refere o mesmo comunicado. 

"Acreditamos que a 'blockchain' vai beneficiar a indústria do luxo ao melhorar a proteção de IP, a transparência no ciclo de vida dos produtos e – como é o caso da Libra – ao eliminar atritos das operações de e-commerce globais", adianta José Neves, o português fundador da Farfetch. 

A criptomoeda vai ser gerida, de acordo com o plano anunciado, por um consórcio de empresas agrupadas sob a direção da Associação Libra, com sede em Genebra, Suíça.

As empresas que são designadas como "membros fundadores" incluem, além da Farfetch, as companhias Facebook, Visa, Mastercard, Vodafone, Paypal, eBay, Spotify, Uber, Lyft, Booking Holdings (proprietária da Bookong.com, Priceline.com e Kayak.com), a firma argentina de comércio eletrónico Comércio Libre, entre outras.


In, Dinheiro Vivo
voltar