Notícias

Calçado. Congresso mundial regressa a Portugal em 2018
2017-10-10

Duas décadas depois, Portugal organiza o mais importante congresso da indústria de calçado.

O Congresso da União Internacional de Técnicos da Indústria do Calçado (UITIC) volta a Portugal no próximo ano, cerca de 20 anos depois, e decorrerá de 16 a 18 de maio, no Porto. A data do evento, que já havia sido referenciado por Luís Onofre, presidente da associação do calçado, em entrevista ao Dinheiro Vivo, foi agora dada a conhecer. 

No evento são aguardados 500 dos mais relevantes profissionais do setor à escala mundial, diz a Associação Portuguesa dos Industriais de Calçado, Componentes, Artigos de Pele e seus Sucedâneos em comunicado. A organização do evento estará a cargo da APICCAPS, em parceira com o Centro Tecnológico do Calçado de Portugal. 

Para Luís Onofre, a realização do congresso em Portugal é o resultado do "prestígio internacional que o setor conquistou no passado recente”. Não admira, por isso, que o tempo dedicado à visita às fábricas tenha triplicado. "Pela primeira vez são três dias para que os participantes do congresso visitemo mais de uma dezena de empresas portuguesas de referência, de modo a responder à enorme curiosidade relacionada com a indústria portuguesa de calçado”, sublinha o presidente da APICCAPS. 

Kyaia, Nobrand, Lemon Jelly, Atlanta, Toworkfor e Luís Onofre são algumas das unidades de referência que serão visitadas. From Fashion to Factory: a New Technological Age (Da moda à fábrica: uma nova era tecnológica, em português) é o tema do congresso, por sugestão portuguesa, adianta a associação, dando conta que irá aproveitar o encontro para apresentar o seu projeto FOOTure 4.0, o roteiro do calçado para a economia digital, com investimentos previstos da ordem dos 50 milhões de euros. 

Com oradores de mais de 15 países, o congresso irá debater a forma como a tecnologia digital moderna está a transformar o comportamento do consumidor, a preparação das empresas para a nova revolução digital, a interligação dos modelos de negócio tradicionais com as vendas ‘online’, entre outros temas. 

A APICCAPS, fundada em 1975, tem sede no Porto e representa a fileira do calçado, que inclui as indústrias de componentes para calçado, de artigos de pele e de comércio de bens de equipamento. Um cluster constituído por 1870 empresas, que dão emprego a mais de 45 mil pessoas e que exportam cerca de 2,2 mil milhões de euros.


In, Dinheiro Vivo
voltar