Política de cookies

Este site utiliza cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba Mais

Compreendi

Notícias

Amy's Kitchen já está a montar escritórios em Santa Maria da Feira
2018-03-28


O Jornal N contactou a administração da Amy's Kitchen nos Estados Unidos, e Michelle Erbs, responsável de Marketing da gigante norte-americana confirmou que, apesar do atraso, a empresa mantém os planos para se instalar em Santa Maria da Feira. "A Amy's Kitchen continua empenhada em construir as operações europeias a partir de Portugal" - garantiu a responsável que promete novidades para breve. "Vamos anunciar a linha temporal da instalação em breve", adiantou.

O presidente da Câmara Municipal de Santa Maria da Feira, Emídio Sousa, não se mostrou surpreendido com a resposta da administração da empresa e adiantou que a Amy's Kitchen "já está a montar o escritório para iniciar as operações".

Emídio Sousa diz que as movimentações da empresa têm sido tomadas "nos últimos dias". O presidente da Câmara garante ainda que "sabia que a empresa mantém a intenção de investimento em Santa Maria da Feira, porque estiveram cá em Outubro passado".

De recordar que foi em 2016 que a empresa especializada em refeições vegan pré-cozinhadas, anunciou a instalação da sua primeira unidade fora dos Estados Unidos em Santa Maria da Feira. Em 2017, a empresa e o município apresentaram o contrato que prevê um investimento por fases. Os valores iniciais ascendem aos 37 milhões e a criação de 160 postos de trabalho, sendo que ao fim de cinco anos, o investimento total esteja previsto em 60 milhões de euros, com a criação de 600 empregos directos. Na altura, a empresa planeava começar as obras de construção da unidade em 2017, e que em 2018 estivesse a laborar. No entanto, em 2017 a construção da fábrica no Luso- park não se efectivou, e Emídio Sousa explicou que o atraso se deveu ao Brexit (referendo que levou o Reino Unido a sair da União Europeia a 23 de Junho de 2016) e à aposta da Amy's Kitchen nos mercados do Reino Unido e França.

A empresa norte-americana terá sido obrigada a corrigir a sua implementação na Europa com a nova realidade da União Europeia. Para além dos postos de trabalho directos, a instalação da Amy's Kitchen prevê a estabelecer outros negócios paralelos na região, principalmente no que se refere aos produtos agrícolas para confecção das refeições que serão enviadas para toda a Europa.


In, Jornal N
voltar