Política de cookies

Este site utiliza cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba Mais

Compreendi

Notícias

ACEPI quer pôr 50 mil pequenas empresas online
2019-02-22

Atualmente, 38% dos portugueses fazem compras online, mas a esmagadora maioria opta por fazer as suas compras em sites estrangeiros, indicam as conclusões do último Estudo da Economia Digital em Portugal. O que se poderá dever, em parte, ao facto de 60% das empresas nacionais continuarem totalmente offline. Para as ajudar resolver este problema, a ACEPI (Associação da Economia Digital) acaba de lançar o programa ComércioDigital.pt, que quer colocar online 50 mil micro, pequenas e médias empresas portuguesas até 2020.

Promovida pela ACEPI, realizada em parceria com a CCP (Confederação do Comércio e Serviços de Portugal), apoiada pelo Governo e cofinanciada pelo COMPETE 2020, a iniciativa destina-se sobretudo a empresas do setor do comércio e dos serviços "de proximidade”.

No âmbito do programa, as empresas envolvidas podem usufruir gratuitamente de um conjunto de recursos que lhes permitem digitalizar o seu negócio. A ACEPI explica que as empresas aderentes "têm direito a um voucher com um serviço "3 em 1” gratuito durante um ano, que compreende o acesso a uma ferramenta de construção e alojamento de site, um endereço online registado no domínio .pt e a caixas de correio eletrónico”.

No site oficial do ComércioDigital.pt as empresas têm também acesso a uma Academia, na qual são disponibilizados cursos de curta duração "simples e práticos” relacionados com "os passos e os aspetos que devem ser assegurados quando uma empresa fica online”.

Para divulgar o programa junto das empresas, foi ainda organizado um roadshow que passará por diversas zonas do país. Com 150 sessões previstas, o roadshow arrancou a 6 de fevereiro em Leiria e durante este mês passará ainda pelas cidades de Braga (19 de fevereiro), Aveiro (26) e Coimbra (27). No decorrer dos próximos meses, as sessões de esclarecimento chegam a cidades como Porto, Santa Maria da Feira, Vila Franca de Xira, Setúbal ou Viseu, entre outras. O calendário atualizado pode ser consultado no site oficial do programa.

No arranque da iniciativa, em Leiria, Pedro Siza Vieira, ministro Adjunto e da Economia, destacou a importância do programa por criar condições para que pequenas empresas façam a transição "para o mundo onde estão os consumidores do futuro”.

À data da divulgação das conclusões do último Estudo da Economia Digital em Portugal, Alexandre Nilo Fonseca, presidente da ACEPI, deixava o alerta: "Se as nossas empresas não são sequer encontráveis numa pesquisa no Google, então estamos a perder uma grande oportunidade”. Um problema que talvez esta nova iniciativa venha ajudar a solucionar. 

In, Fashion Network
voltar